Lopes Moda 2
Insatisfação

Átila Lira: "Ou o PSB aceita o que penso ou estou fora"

O parlamentar esclareceu seus posicionamentos e deixou clara a insatisfação com a mudança da linha de pensamento do PSB

21/08/2017 16h58Atualizado há 2 anos
Por: ALISSON SOARES
Fonte: douglascordeiro.com
111
Deputado Federal Átila Lira (PSB-PI)
Deputado Federal Átila Lira (PSB-PI)

O clima de instabilidade dentro do PSB se acirrou. Na convenção desta segunda (21/08), o deputado Federal Átila Lira (PSB-PI), que há tempos não pensa da mesma maneira que o PSB nacional, deixou claro; ou o partido aceita suas posições ideológicas ou ele estará fora. Átila Lira mais uma vez esclareceu seu posicionamento e deixou clara a insatisfação com a mudança da linha de pensamento do PSB Nacional. 

“Como em todo partido temos posições diferentes, eu sou favorável as reformas e não é de hoje. Ideologicamente sempre fui favorável as reformas e o PSB não é. Dentro do partido tem havido divergências e resistência quanto a minha ideologia, Entre o que eu penso e o que o PSB pensa está havendo uma diferença. Então, neste sentido, estamos permanentemente debatendo. Se o partido não aceitar minhas posições ideológicas, não fico. Minha posição deve ser respeitada. Antes o partido era a favor das reformas e hoje mudou tudo”, reclamou o parlamentar.

Atíla também aproveitou a solenidade para criticar o atual regime previdenciário e defender as reformas. 

“A economia brasileira precisa de reformas. Eu votei, por exemplo, na reforma trabalhista que é uma lei antiga ainda de Getúlio Vargas, desde 1943 e eu trabalhei e apresentei emendas pela modernização dessas leis. Temos agora a reforma da previdência e eu também tenho uma série de posições para melhorar essa reforma, assim como a reforma política”, concluiu. 

Átila afirmou também que não pensa em qual partido deve se filiar caso seu destino seja mesmo deixar o PSB.

 
Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias