Segunda, 17 de dezembro de 2018
89 99414-7033
Política

06/11/2017 ás 21h43 - atualizada em 06/11/2017 ás 22h39

77

ALISSON SOARES

Santo Inácio / PI

Vereadores de municípios do interior do Piauí tem mandatos cassados
Justiça eleitoral cassou mandato de parlamentares das cidades de Capitão Gervásio Oliveira, João Costa e Pedro Laurentino

A Justiça Eleitoral cassou, nesta segunda-feira (06) o mandato de vereadores dos municípios piauienses de Capitão Gervásio Oliveira, João Costa e Pedro Laurentino. O pedido foi julgado pelo Juiz Eleitoral da 20ª Zona Eleitoral de São João do Piauí, Maurício Machado Queiroz Ribeiro. 


Os processos foram propostos pelo Ministério Público Eleitoral. O MPE propôs Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE) e Ação de Impugnação de Mandato Eletivo (AIME) para investigar os candidatos eleitos e não eleitos nas chapas das coligações formadas no pleito de 2016.


Em João Costa foram cassados os diplomas dos impugnados e dos mandatos dos vereadores que haviam sido diplomados depois do resultado das eleições do ano passado.


Na sentença, o Juiz Maurício Machado Queiroz Ribeiro cassou os diplomas de Alessandro Nunes Oliveira, Josias Alves Filho, José Wilson de Sousa Cruz e Josimar Vaz da Costa e também declarou nulos os votos destinados aos mesmos.


Maurício também declarou a inelegibilidade, pelo prazo de 8 (oito) anos, das candidatas que proporcionaram a ocorrência da infração reconhecida na presente demanda: Ana Maria Costa Rodrigues e Elisiane Teles Pereira.


No munícipio de Pedro Laurentino, foram cassados os registros de Ana Maria de Moura Pereira, Zilmar Lopes de Sousa, Vilma Pereira Barbosa, José Vicente Vilanova, Edimar Barbosa,Coelho, José Carlos Dias Rodrigues, Antônio Francisco das Chagas, Isaac Dias da Silva, José Raimundo Rodrigues Ferreira e Raimundo Nonato Rodrigues da Silva, e declarado nulos os votos destinados aos mesmos. Também foi declararada a inelegibilidade, pelo prazo de 8 (oito) anos, das candidatas que proporcionaram a ocorrência da infração reconhecida na presente demanda: Ana Maria de Moura Pereira, Zilmar Lopes de Sousa, Vilma Pereira Barbosa.


Na cidade de Gervásio Oliveira: Sérgio Domingos Sousa, Antônio de Sousa Neto, Leônidas Rodrigues de Sousa, Mauro Ferreira Costa, Carlos Orlando Alencar, Regilene Coelho Ramos, Núbia Nunes da Silva, Tatiane Alencar, Maria Amélia de Oliveira Neta, Acilene da Silva Costa, Francisco de Assis Costa Junior, Reginaldo Amorim Passos, Edcarlos de Oliveira Rodrigues, Fernando Augusto Carvalho de Oliveira tiveram votos anulados e registros cassados. Já Regilene Coelho Ramos, Núbia Nunes da Silva, Tatiane Alencar, Maria Amélia de Oliveira Neta e Acilene da Silva Costa ficaram inelegíveis pelo prazo de 8 (oito) anos.


A sentença foi proferida, em 30 de outubro, pelo Maurício Machado Queiroz Ribeiro, Juiz da 20ª Zona Eleitoral de São João do Piauí.


Vereadores de São João do Piauí se safam


O Juiz Eleitoral da 20ª Zona Eleitoral de São João do Piauí julgou extinto o processo de cassação dos mandatos dos vereadores da coligação “O Poder é do Povo”, encabeçada por Alexandre Mendonça. A ação também foi proposta pelo Ministério Publico Eleitoral, que reconheceu a prática de abuso por fraude na composição da lista de candidatos às eleições proporcionais do município, no episódio das chamadas “candidaturas laranjas”.


Segundo informações vereadores da cidade de Campo Alegre também conseguiram se livrar, mas porque o processo estava errado.

FONTE: Portal AZ

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium