Sexta, 22 de fevereiro de 2019
89 99414-7033
Geral

05/02/2019 ás 08h11

26

ALISSON SOARES

Santo Inácio / PI

IComradio realiza capacitação para jovens do “Viva o Semiárido” em Picos
A formação tem como objetivo fortalecer o Coletivo de Comunicação Cidadã para o direcionamento de causas identificando-as com grandes temas a partir da utilização da internet e as mídias sociais,

O Instituto Comradio realizou durante este final de semana em Picos, o curso “Produção audiovisual e atuação em Rede”, ofertado pelo Instituto Comrádio em parceria com o Projeto Viva o Semiárido (PVSA), a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Rural (SDR) e apoiado pelo Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA) e Brucke Le pont.


Esta foi a primeira etapa do processo de formação direcionado para jovens beneficiados com o Projeto Viva o Semiárido. Na oportunidade, os 23 participantes puderam expor as boas práticas e questões a serem solucionadas em suas respectivas comunidades de atuação.


A formação tem como objetivo fortalecer o Coletivo de Comunicação Cidadã para o direcionamento de causas identificando-as com grandes temas a partir da utilização da internet e as mídias sociais, gerando informações que proporcionem a elaboração e monitoramento de políticas públicas de convivência com o semiárido.


Vinda da comunidade quilombola Potes, município de São João da Varjota, Líria Maria de Aquino, 30, integra o movimento negro, Pequenos Agricultores além da Associação de Artesanato que tem mudado a realidade local. Ela participou da formação do IComradio e destacou as perspectivas a partir desta convivência.


IComradio realiza capacitação para jovens do “Viva o Semiárido” em Picos


“Esses dias foram muito importantes. A comunicação já faz parte da relação entre nós participantes e se estende para nossas comunidades a partir dos conhecimentos que adquirimos aqui. As informações vieram para ajudar, e com certeza sairemos daqui com uma nova concepção do que é a comunicação e como utilizá-la dentro de nossa realidade”, contou.


Atuante em atividades que envolvem os jovens da sua comunidade, principalmente no que diz respeito à preservação ambiental, a geminianense do assentamento União, Marlieide Santos, 26, destacou o compartilhamento de experiências e realidades de cada um e a liberdade de aprender que foi proporcionado que levará para seu grupo.


IComradio realiza capacitação para jovens do “Viva o Semiárido” em Picos


“Experiência maravilhosa. Trouxemos experiências e levaremos experiência. Saber que a realidade dos demais e a liberdade de aprender que o curso nos proporcionou. As experiências dos vídeos e das fotos foram muito importantes para mim. Levarei as experiências e as amizades, além dos conhecimentos que repassarei para o meu grupo de jovens e para minha comunidade. Experiências que levarei para a vida”, disse.


Josielson Pereira, 22, é presidente da Associação de Pequenos Produtores de Ovinos e Caprinos em Carnaíbas e Boa Vista, município de Itainópolis. Segundo ele, estas atividades já estavam inseridas na comunidade, mas com a chegada do Viva o Semiárido houve uma organização e ampliação. O jovem, que também é apicultor, destacou o aplicativo como ponto fundamental no processo de formação, pois, segundo ele, dará visibilidade às ações desenvolvidas.


IComradio realiza capacitação para jovens do “Viva o Semiárido” em Picos


“Foi proveitoso e um passo na direção de novas experiências. O aplicativo Nestante é um canal que trará um maior destaque de nossas atividades. Vou levando muitos conhecimentos”.


Quem acompanhou e participou deste processo foi a diretora técnica do projeto Viva o Semiárido e também diretoria de inclusão produtiva da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Rural, Lúcia Araújo.


Segundo ela há uma parceria com o IComrádio e a Brucke Le pont, através de recursos de operação de crédito do Fundo Internacional para o Desenvolvimento Agrícola (FIDA) para o projeto Viva o Semiárido a fim de capacitar jovens para identificar e buscar soluções para problemas e desafios de suas comunidades.


“A perspectiva é que se faça um trabalho programado de comunicação com a juventude, focado no projeto Viva o Semiárido, nas boas práticas e ao mesmo tempo na identificação e busca de solução para o que foi identificado como problema e desafios”, explicou.


Viva o Semiárido


O Viva o Semiárido atua região semiárida, em cinco territórios: o Vale do Sambito, Canindé, Serra da Capivara, Guaribas e Vale do Itaim, somando 89 municípios. Dentre as linhas de atuação está o apoio e condições para a implementação de projetos de investimento na área da agricultura familiar como a ovinocultura, piscicultura, apicultura, artesanato e quintais produtivos.


Nestante


O Nestante é um aplicativo para smartphone e uma plataforma web, voltado para coleta, monitoramento e sistematização de informações sobre assuntos voltados ao semiárido piauiense. O app será utilizado pelos jovens integrantes do projeto, e neste, as informações serão divididas em “para solucionar” e “boas práticas”. A partir disso, uma sinergia pode acontecer, na própria plataforma, quando uma causa a ser solucionada encontra uma boa prática que a contemple.


Fabrício Sousa

FONTE: Icomradio

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium